logo da clinica naturale diretor medico Clínica Naturale I - São Paulo
Av. Moema , 87 cj 51-52
Moema – São Paulo
Parking : Al. dos Jurupis 452
Fone: 11 50511075
Clínica Naturale II - Interior
Avenida Antonio Ometto, 525
Limeira – São Paulo
Fone 19 34538490
HOME Conheça a Clínica Médicos Agendamento Hospital Email

Aesthetic News

Search

Informações sobre Dermatologia, Cirurgia Plástica e Cirurgia Vascular para Pacientes e Profissionais de Saúde
Information on Dermatology , Plastic Surgery and Cosmetic Veins Treatments for Patients and Health Professionals
Information à propos de Dermatologie , Chirurgie Plastique et Phlébologie Esthétique pour Patients et Professionnelles de la Santé

linkfrançais Français linlenglish English
    corporal
  facial
  setor masculino
  cirurgia plástica
  botox
  bioplastia
  peeling
  varizes
  hiperhidrose
  celulite
  depilação laser
  fotorejuvenescimento
  thermacool
  fio russo
  acne
  estrias
   
Cirurgia Plástica
  Lipoescultura
  Laserlipólise
  Mamoplastia de Aumento - Prótese de Silicone
  Mamoplastia Redutora e Lifting de Mama
  Rinoplastia
  Lifting da Face e da Testa
  Abdominoplastia e Dermolipectomia
  Miniabdominoplastia
  Otoplastia
  Blefaroplastia
  Cirurgia Plástica Masculina

 

 

MAMOPLASTIA REDUTORA e LIFTING

A Cirurgia para diminuição do volume da mama e para correção da Ptose (queda da mama)

 

O que é a Mamoplastia redutora e o lifting da mama

as melhores indicações

riscos

planeje a cirurgia

preparar a cirurgia

recomendações pré-operatórias

onde a cirurgia será executada

anestesia

a cirurgia

lifting para a ptose (queda) da mama

depois da cirurgia

cicatrizes

recomendações pós-operatórias

quando voltar as atividades normais

a nova consistência e o volume das mamas

conheça a técnica

lifting para a ptose (queda) da mama

O QUE É A MAMOPLASTIA REDUTORA E O LIFTING DA MAMA

A Mamoplastia de Aumento é utilizada para mulheres que sentem que seus seios são pequenos e desejam que sejam aumentados, são aplicadas as próteses para atingir este intento.

A Mamoplastia Redutora, é para as mulheres que querem o contrário, sentem que seus seios são muito grandes e pretendem que sejam reduzidos em tamanho.

Mastopexia , lifting, ou elevação da mama é uma técnica que pretende a modificação da posição da mama, e pode ser realizada isoladamente ou associado com as outras técnicas. Um outro motivo para a utilização destas técnicas é a correção de assimetria entre as duas mamas. Os problemas estéticos com as mamas podem seguir tendências genéticas, ou serem adquiridos pelo processo de envelhecimento ou seguindo gestações.

A estética da mama responde a costumes étnicos, sociais e culturais. Há não muitos anos, no Brasil as mulheres solicitavam a diminuição do volume do seio, quando a aspiração do inconsciente coletivo estético era o de mamas com pequenas proporções, seguindo a cultura francesa. Já nesta mesma época nos EUA, a aspiração era por mamas de grande volume, algumas de sensualidade até duvidosa, que pareciam mesmo anormalidades, dado seu gigantismo. Nos anos recentes, se observou uma rápida e marcante diferença no Brasil, quando as mulheres começaram a solicitar aumento da mamas, não nas proporções americanas, mas em volumes inimagináveis na década anterior. O que era defeito passou a ser aspiração. Entretanto existem mulheres que estão satisfeitas com o volume de suas mamas e querem apenas que a PTOSE (queda) seja corrigida. Outras mulheres têm mamas muito grandes e desproporcionais, levando em alguns casos a sentirem até dores devido ao peso na mama nestes casos a Mamoplastia redutora tem indicação. Mesmo mulheres que não chegam a ter dor, podem solicitar diminuição do tamanho da mama se assim se sentirem melhor.

É preciso ter muito cuidados, e não propor ao cirurgião exageros nestas técnicas de correção, prevendo a sazonalidade da moda, que muda rapidamente seguindo a velocidade do processo de comunicação da aldeia global.

Com o passar dos anos, fatores tal como gravidez, amamentação, e a força de gravidade criam um custo para a forma dos seios da mulher. Enquanto a pele perde sua elasticidade, os seios freqüentemente perdem sua forma e firmeza e começam a cair. O lifting do seio ou mastopexia é um procedimento cirúrgico para levantar os seios e recuperar sua forma. Nenhuma cirurgia pode permanentemente controlar os efeitos da gravidade, mas por muito tempo pode manter os resultados. Associando o procedimento ao uso de próteses, os resultados podem ser mantidos por mais tempo. A Mastopexia pode também reduzir o tamanho da aréola, a pele mais escura que cerca o mamilo. Se os seios são pequenos ou perdeu volume, por exemplo, depois da gravidez, o implante de silicone inserido em conjunção com o lifting / mastopexia pode aumentar ambos, a firmeza e o tamanho dos seios.

Os resultados melhores normalmente são alcançados em mulheres com seios pequenos com pouca queda. Os seios de qualquer tamanho podem ser levantados, mas os resultados duram mais em seios pequenos, porque pesam menos e sentem menos os efeitos da gravidade.

AS MELHORES INDICAÇÕES

Nestas informações procuraremos passar com clareza todas as questões envolvidas neste tipo de procedimento, para que o candidato a cirurgia tenha segurança no procedimento que irá realizar. Entretanto, estas informações não substituem a consulta médica clássica que deve ser o início de qualquer tratamento médico, por doença ou por estética. Por outro lado, colocamos com clareza todas as vantagens e riscos envolvidos com o procedimento. A noção do que seja risco é importante. Ter risco, não significa que um problema vai ocorrer com certeza, e sim que pode ocorrer em um pequeno número de situações, que com cuidado e atenção do médico e do paciente pode ser diminuído a números muito baixos.

Ter esta noção exata controla emoções e mitos dando segurança no ato médico, para o paciente e para o cirurgião. Entretanto o conhecimento de todos os envolvimentos de cada ato cirúrgico, deve não trazer medo e sim segurança no que vai ser feito. As informações que oferecemos aqui ajudam a compreender as generalidades do procedimento, mas repetimos, não substitui uma consulta clássica, que deve ser feita com o Cirurgião Plástico da Clínica Naturale, que confirmará a indicação e dará perspectivas do resultado. Muito destes resultados dependem do encontrado em cada paciente e uma expectativa realista é o melhor a se obter nestes tratamentos estéticos.

Os melhores candidatos para uma cirurgia plástica de mama são pacientes fisicamente saudáveis, psicologicamente estáveis, e realistas em suas expectativas, que pretendem uma melhora de sua aparência com a Mamoplastia, e não consideram que uma cirurgia vá mudar toda a sua vida.

A Mamoplastia pode melhorar a aparência e a sua autoconfiança, mas não mudará a sua posição no mundo e nem as coisas serão diferentes por causa de uma cirurgia. O mundo pode ser mudado para você por você, e a cirurgia plástica pode lhe ajudar a se sentir bem melhor, e você estará bem melhor, mas felizmente continuará sendo você, mas você melhor. Antes que você decida pela cirurgia, pense cuidadosamente sobre suas expectativas e as discuta com o cirurgião.

O Cirurgião da Clínica Naturale acompanha o desenvolvimento científico mundial, e estará sempre pronto para esclarecer suas dúvidas, baseado nas evidências científicas mais recentes.

MAMOPLASTIA REDUTORA

Uma técnica cirúrgica própria é realizada, objetivando a diminuição do volume da mama. O tecido em excesso é retirado, incluindo pele, gordura e glândula mamária. Uma nova mama é reconstruída, em menor tamanho e com correção de posição e de firmeza. As cicatrizes neste tipo de cirurgia são maiores e mais aparentes e deve ser discutido com o cirurgião antes do procedimento, o que pode ser obtido, para evitar incertezas.

LIFTING MAMÁRIO

O Lifting pode ser associado aos outros dois procedimentos, mas objetiva principalmente a elevação da mama e a correção da posição do mamilo. A queda da mama é freqüente seguindo gestações e no processo de envelhecimento, e sua correção melhora a auto-estima dos pacientes.

RISCO

O aumento do volume dos seios é um procedimento relativamente seguro. Mas como com qualquer operação, há riscos associados com a cirurgia e complicações específicas associadas com este procedimento.

Como com qualquer procedimento cirúrgico, sangramento excessivo seguindo a operação pode causar algum inchaço e dor. Se o sangramento excessivo continua, pode ser necessário controlar o sangramento por uma nova cirurgia e remover o sangue acumulado.

Algumas mulheres relatam que os seus mamilos tornam-se mais sensíveis. Em outros casos podem se tornam um pouco entorpecido, como se estivesse um pouco anestesiado. Estas alterações normalmente desaparecem dentro de pouco tempo, mas podem ser permanentes em alguns pacientes.

A elevação dos seios não é uma cirurgia simples, mas é normalmente segura quando realizada por um cirurgião plástico qualificado. Não obstante, como com qualquer cirurgia, há sempre uma possibilidade de complicações ou uma reação à anestesia. O sangramento e a infecção seguindo um lifting dos seios são incomuns, mas podem causar alargamento das cicatrizes. Quelóides também podem ser uma possibilidade em pessoas predispostas.

O lifting da mama e a cirurgia redutora são mais associados a cicatrizes que a cirurgia de prótese. É claro que estas cicatrizes serão proporcionais a extensão do procedimento. Algumas assimetrias e alterações do mamilo também podem ocorrer. As possibilidades devem ser amplamente discutidas com o cirurgião, e um objetivo realista deve ser considerado em qualquer procedimento. O custo-benefício de qualquer procedimento deve estar sempre presente quando qualquer decisão for tomada.

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertófica ou ao quelóide. Esta tendência deverá ser avaliada pelo seu médico, durante a consulta inicial, oportunidade em que lhe são feitas perguntas sobre sua vida clínica pregressa, bem como características familiares, que muito ajudam quanto ao prognóstico das cicatrizes. Pessoas de pele clara não tendem a sofrer esta complicação cicatricial hipertrófica. Cicatrizes de cirurgias anteriores ou mesmo acidentais, ajudam no prognóstico. Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes inestéticas, na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, o “período mediato” da cicatrização normal (do 30º dia até o 12º mês) como sendo uma complicação cicatricial. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução deverá ser esclarecida com seu médico e nunca com outras pessoas que, como você, “também estão apreensivas quanto ao resultado final”.

A maioria das mulheres que se submetem ao implante de silicone nos seios ou cirurgias redutoras e lifting não apresenta estas complicações, entretanto estas possibilidades devem ser discutidas com o cirurgião antes do procedimento, para que seu conhecimento traga a necessária tranqüilidade para o paciente. O Cirurgião conhece estas possibilidades e tudo faz para prevenir. A ocorrência de uma complicação fica no imponderável que acompanha não só os atos cirúrgicos, mas tudo que se diz respeito a nossas vidas.

PLANEJE A CIRURGIA

Boa comunicação entre você e seu médico é essencial. Em sua consulta inicial, o cirurgião perguntará sobre as correções que você gostaria de fazer em sua mama, o volume desejado, respeitará a sua decisão, mas opinará segundo sua experiência no que é mais harmônico para seu caso, evitando correções desproporcionais que possam vir a ser ridículas um dia. Vai discutir as possibilidades com você, dentro do que a medicina pode oferecer, esperando que a sua expectativa se adapte a realidade do possível. Ele também explicará os fatores que podem influenciar o procedimento e os resultados.

O cirurgião também explicará as técnicas e a anestesia que usará o tipo de hospital onde a cirurgia será executada, os riscos e custos, e quaisquer opções envolvidas que você possa ter.

Com o passar dos anos, fatores tal como gravidez, amamentação, e a força de gravidade criam um custo para a forma dos seios da mulher. Enquanto perde a pele sua elasticidade, os seios freqüentemente perdem sua forma e firmeza e começam a cair. O lifting do seio ou mastopexia é um procedimento cirúrgico para levantar os seios e recuperar sua forma. Nenhuma cirurgia pode permanentemente controlar os efeitos da gravidade, mas por muito tempo pode manter os resultados. Associados ao uso de próteses, os resultados podem ser mantidos por mais tempo. A Mastopexia pode também reduzir o tamanho da aréola, a pele mais escura que cerca o mamilo. Se os seus seios são pequenos ou perdeu volume, por exemplo, depois da gravidez, o implante de silicone inserido em conjunção com o lifting / mastopexia pode aumentar ambos, a firmeza e tamanho dos seios.

Os resultados melhores normalmente são alcançados em mulheres com seios pequenos com pouca queda. Os seios de qualquer tamanho podem ser levantados, mas os resultados duram mais em seios pequenos, porque pesam menos e sentem menos os efeitos da gravidade.

Dependendo de sua idade e história familiar, seu cirurgião pode requerer uma mamografia prévia à cirurgia, (radiografia de seio).

A maioria de apólices de seguro não cobre a cirurgia estética, entretanto, se o procedimento é executado para propósitos de correção de deformidades, no caso de mamas de grande volume que causam desconforto e dores, o procedimento pode ser coberto parcialmente. Nesse caso é necessário obter uma autorização prévia da seguradora.

PREPARAR A CIRURGIA

A consulta inicial com o cirurgião plástico é muito importante. O cirurgião ouvirá sua história médica completa, então avaliará seu caso tanto do ponto de vista da cirurgia proposta, como do ponto de vista clínico. Solicitam então avaliações de especialistas como cardiologista, anestesista e outros clínicos se necessário, e complementa tudo com exames laboratoriais. Assim estará pronto para proporcionar todas as informações que você precisa sobre resultados esperados e riscos envolvidos com o procedimento. Não deixe de informar ao cirurgião se tem qualquer alergia; se toma vitaminas, medicamentos (mesmo os mais simples), se utiliza álcool ou outras drogas, e se fuma. No período que antecede a cirurgia, não deixe de informar o cirurgião se tomou algum medicamento, mesmo os mais simples, como a aspirina e antiinflamatórios. A aspirina, como exemplo, pode alterar a coagulação sanguínea por períodos de até 11 dias seguindo-se a tomada de um único comprimido.

Você deve solicitar que alguém o acompanhe no dia da cirurgia e deve se preparar para afastar das atividades pelo número de dias que o cirurgião lhe informará.

Se você fuma, deve evitar o hábito pelo menos 2 a 3 semanas antes do procedimento. E só voltar depois de 2 a 3 semanas (quem sabe se neste momento em que você cuida de sua auto-estima, não realiza este ato de amor extremado por si mesmo e pelos outros em sua volta, que é parar definitivamente de fumar)

Evite exposição solar intensa antes de cirurgia.

Mantenha uma dieta equilibrada com muitas fibras no período que antecede a cirurgia.

Infecções, como gripe e resfriados adiam a cirurgia, assim como infecções da pele da face

Os dias necessários para o afastamento devem ser considerados após a consulta médica, O número de dias dependerá do procedimento.

Recomendações Pré-operatórias para a Mamoplastia de Aumento - Prótese de Silicone (são um modelo básico, mas cada paciente deve seguir as recomendações que lhe serão fornecidas especificamente para seu caso

1) Compareça ao hospital ou Day Hospital no dia e hora marcados com seu cirurgião
2) Qualquer anormalidade que porventura ocorra em seu estado de saúde deve ser comunicada, mesmo as mais simples, como gripes, infecções, infecções de pele na área em que será realizada a cirurgia, etc. O período menstrual também deve ser comunicado porque vai adiar a cirurgia. Marcar a cirurgia longe do período menstrual vai evitar que a cirurgia seja suspensa se houver o adiantamento
3) Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito exageradas nas vésperas da cirurgia
4) Obedeça à orientação de jejum dada pelo seu médico
5) medicamentos para emagrecer devem ser suspensos no mínimo 10 dias antes, comunique seu cirurgião quais são, o anestesista e converse com o clínico que os prescreveu sobre a suspensão.
6 ) Venha para o hospital ou Day Hospital acompanhado de um familiar ou pessoa de seu relacionamento.

7) Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 4 dias.

ONDE SUA CIRURGIA SERÁ EXECUTADA

Geralmente a cirurgia de Mamoplastia, é realizada em regime ambulatorial para os procedimentos menores, ou pernoitando no hospital ou Day Hospital para os maiores, o que significa que a internação prolongada não é necessária.

Utilizamos um Day Hospital, que é uma clínica com todos os equipamentos necessários para o bom resultado com a necessária segurança para o procedimento. O Day Hospital é um local tranqüilo, onde cirurgias semelhantes são realizadas.

Para pacientes que apresentam problemas mais graves de saúde associados, opcionalmente pode se escolher um hospital geral. Quando o procedimento for grande também preferimos o hospital geral. Pode ser utilizada a anestesia geral, mas a técnica de anestesia local com sedação também pode ser utilizada em casos selecionados.

Em cirurgias de maior porte, a internação hospitalar por 1 dia ou 2 pode ser mais segura e mais confortável para o paciente que retornará para casa mais recuperado.

A Day Clinic de um hospital geral também é uma boa opção.

Conheça os Hospitais e Day Hospital utilizados pela equipe de Cirurgiões da Clínica Naturale.

TIPOS DE ANESTESIA

Na maior parte das cirurgias é utilizada a anestesia geral, mas a técnica de anestesia local com sedação também pode ser utilizada em casos selecionados.

A CIRURGIA

MAMOPLASTIA REDUTORA COM LIFTING

O Lifting da mama leva de 2 a 4 horas. As técnicas variam, mas o procedimento mais comum envolve uma incisão em âncora seguindo o contorno natural dos seios.

A incisão delineia a área em que a pele do seio será removida e define a nova localização para o mamilo. Quando a pele em excesso foi removida, o mamilo e aréola são movidos a uma posição mais alta. A pele que cercava a aréola é então trazida para baixo e se reesculpe o seio. Os pontos normalmente são localizados ao redor da aréola, numa linha vertical que se estende para baixo da área de mamilo, e ao longo do sulco inferior do seio.

Alguns pacientes, especialmente os que possuem seios relativamente pequenos e quedas mínimas, podem ser candidatos para procedimentos modificados que requerem incisões menos extensas. Através de incisões menores realizadas a partir da aréola

Um implante pode ser inserido ou não dependendo da técnica utilizada e da vontade do paciente e da indicação do cirurgião.

DEPOIS DA CIRURGIA

Pode haver dor por 1 dia ou dois que é controlada com analgésicos prescritos pelo cirurgião

Após alguns dias, os curativos são removidos e é orientado o uso de um soutien cirúrgico, especial. Deve ser utilizado como orientado pelo cirurgião. Você também pode experimentar uma sensação de ardência nos mamilos por aproximadamente duas semanas, mas isto diminuirá progressivamente.

Os pontos serão retirados em 7 a 10 dias

Dependendo da técnica empregada, poderemos ter variações quanto às cicatrizes. Normalmente existem cicatrizes situadas em forma de “T” invertido, na parte inferior da mama. Aquela situada em torno da aréola fica bastante disfarçada pela própria condição de transição de cor entre a aréola e a pele normal. Outros tipos de cicatrizes, como em “I”, “L /J” ou Peri areolares, são viáveis. Desde os primeiros dias de pós-operatório poderá ser usado um “decote” bastante “generoso”, pois as cicatrizes ficam escondidas. Com o decorrer do tempo (vide item anterior), as cicatrizes vão ficando disfarçadas. Na cirurgia de redução mamária é possível colocar as cicatrizes bastante escondidas, o que é muito conveniente nos primeiros meses. As cicatrizes passarão obrigatòriamente, por diversas fases até que se atinja a fase final de maturação. Assim é que temos:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia e apresenta-se com aspecto pouco visível Alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o l2º mês. Neste período haverá um espessamento natural da cicatriz, bem como uma mudança na tonalidade de sua cor, passando do “vermelho para o “marrom” que vai, aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o que mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural de cicatrização, recomendamos às pacientes que não se preocupem, pois, o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.

PERÍODO TARDIO: Vai do 12º ao l8º mês. Neste período a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia das mamas deverá ser feita após este período.

Recomendações Pós-operatórias para a mastectomia de Aumento - Prótese de Silicone ( são um modelo básico, mas cada paciente deve seguir as recomendações que lhe serão fornecidas especificamente para seu caso

1) Seguir rigorosamente as orientações dadas pelo cirurgião, qualquer dúvida deve ser comunicada de imediato
2) Evitar esforços nos 8 primeiros dias.
3) Não movimentar os braços em excesso. Obedeça às instruções que lhe serão dadas por ocasião da alta hospitalar, relativas à movimentação dos membros superiores ou massagens.
4) Evite molhar o curativo, até que seja autorizada a fazê-lo.
5) Comparecer ao consultório para controle pós-operatório, e curativos nos dias indicados
6) Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar. Movimente os pés com freqüência em um movimento parecido com o acelerar de um carro.
7) Não se exponha ao sol ou friagem, até 2ª ordem.

8) Alimentação normal (salvo casos específicos que receberão a devida orientação), a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas (carnes, leite, ovos) e vitaminas (frutas).

9) Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de olvidar-se que foi operada recentemente. Cuidado! Esta euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos. 10). Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com seu cirurgião plástico, e somente com ele, as suas eventuais dúvidas.

 

QUANDO VOLTAR AS ATIVIDADES NORMAIS

É possível retornar ao trabalho dentro de alguns dias, dependendo do nível de atividade necessária.

Siga as orientações do cirurgião em quando recomeçar os exercícios e as atividades normais. Os seus seios provavelmente serão sensíveis se receber estímulos por duas a três semanas, então, deve se evitar contato físico. De 3 a 4 semanas depois do procedimento, os seus novos seios já estarão voltando à normalidade, e ocupando uma nova posição estética em sua harmonia corporal.

Suas cicatrizes serão mais perceptíveis e um pouco endurecidas e cor-de-rosa por pelo menos seis semanas. Depois de vários meses, suas cicatrizes começarão a diminuir e passam a ser mais finas e de cor clara, embora nunca desapareçam completamente. O cirurgião utilizará todos os esforços e técnicas para que as cicatrizes tenham o melhor aspecto possível, utilizando acessos especiais para que não apareçam. Mas a cicatriz vai depender do procedimento e é um processo individual, que deve ser discutido antes do procedimento, para que o paciente tenha a idéia mais real possível de seu aspecto no curto e no longo prazo.

Mamografias de rotina devem ser realizadas pelas mulheres em que haja a indicação em centro acostumado com a mamografia em portadores de próteses.

No caso do lifting e da Mamoplastia redutora pode se esperar alguma perda de sensibilidade nos mamilos e pele do seio. Estas alterações normalmente regridem nas próximas seis semanas aproximadamente. Em alguns pacientes, entretanto, pode durar um ano ou mais, e ocasionalmente podem ser permanente.

As mamas podem ter seu volume reduzido através da cirurgia; além disso, sua consistência e forma também são melhoradas com a cirurgia. Assim é que, para os casos de redução de volume e levantamento de sua posição, podemos optar por vários volumes, dentro das possibilidades que a mama original nos permita planejar, sem comprometê-la futuramente. Aqui, como no caso do aumento do volume, deverão ser equilibradas as proporções entre o volume da nova mama e o tamanho do tórax da paciente a fim de obtermos maior harmonia estética. Nessa ocasião procura-se melhorar o aspecto quanto à flacidez e a forma da mama original. As "novas mamas” passam por vários períodos evolutivos, em relação à sua forma:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Neste período, apesar das mamas apresentarem-se com seu aspecto bem melhorado, sua forma ainda está aquém do resultado planejado, pois, para que se atinja a forma definitiva ainda existem “pequenos defeitos” aparentes iniciais (inevitáveis em todos os casos), que desaparecem com o decorrer do tempo. Lembre-se desta observação: Seu resultado final somente ocorrerá após o período tardio.

PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 8º mês. Neste período, a mama começa a apresentar uma evolução que tende à forma definitiva o que ocorrerá após o 8º mês. Poderão ocorrer neste período um aumento ou diminuição da sensibilidade do mamilo, além de maior ou menor grau de "inchaço” das mamas; além disso, sua forma está aquém da definitiva. Apesar da euforia da maioria das pacientes, já neste período costumamos dizer às mesmas que seu resultado ficará melhor ainda, pois isto será a característica do 3º período (tardio).

PERÍODO TARDIO: Vai do 8º ao 18º mês. É o período em que a mama atinge seu aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade). É neste período que costumamos comparar fotogràficamente os casos operados com o aspecto pré-operatório de cada paciente. Tem grande importância, no prognóstico do resultado final, o grau de elasticidade da pele das mamas bem como o volume conseguido. O equilíbrio entre ambos varia de caso para caso.

Apesar do resultado imediato e mediato satisfazerem bastante às pacientes, somente entre o 8º e 18º mês é que as mamas atingirão sua forma definitiva

O seu ginecologista lhe dirá da conveniência ou não de nova gravidez. Quanto ao resultado, poderá ser preservado, desde que aquele especialista controle seu aumento de peso na nova gestação. Geralmente não há problema, em caso de nova gravidez. Quando se tratar de mamas muito grandes, que foram reduzidas acentuadamente, a lactação poderá ficar prejudicada. Em casos de pequenas e médias reduções a lactação poderá ser preservada. Algumas pacientes poderão apresentar diminuição da sustentação da pele mamária.

A TÉCNICA

 

A Mastopexia, Lifting de Seios, Cirurgia para mamas caídas

 

 

Com o tempo , após gravidez, amamentação e como conseqüência da força de gravidade e do envelhecimento, os seios podem apresentar uma queda inestética e as aréolas se tornam grandes

 

Incisões na pele corrigem a forma dos seios e obtém uma elevação. O seio é reconstruido em uma nova forma. O mamilo é reposicionado e a aréola pode ter seu tamanho reduzido

Depois da cirurgia, os seios estão mais altos e firmes, com uma nova posição do mamilo

 

Se as suas expectativas são realistas e se você discutiu amplamente com o cirurgião seus objetivos, muito provavelmente você poderá estar muito feliz com os resultados obtidos

 

 

Seguimos os princípios do código de conduta Web de medicina e saúde. A informação é oferecida para  educação , não necessariamente  são técnicas praticadas na Clínica Naturale. Não substitui opinião médica em atendimento formal. Se você tem um  problema de saúde, contacte seu médico . O objetivo do ato médico, como em toda a prática médica, constitui-se da obrigação de meio e não de fim ou resultado. Informações e textos são produzidos por médicos da Clínica Naturale e não recebem fundos ou propaganda de qualquer empresa ou pessoa. O site é custeado pela própria clínica. Adaptado ao decreto CFM 1974/2011 que regulamenta comunicação médica e não permite fotos antes /depois de procedimentos . Fotos e desenhos  são meramente ilustrativos. Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento. copyright © 1998-2012 Clínica Naturale. last actualization: